GSH 277+00+36

21 000 anos luz

O hidrogénio gasoso quente é um dos principais componentes da nossa Galáxia. Contudo, a Galáxia está salpicada de "buracos". Nesta imagem do Telescópio Australiano "Compact Array" e do Rádio Telescópio de Parkes mostra-se um destes buracos, chamado GSH 277+00+36. Este "vazio" tem mais de 2 000 anos luz de extensão e ter-se-á formado devido aos ventos e explosões de supernovas de cerca de 300 estrelas de grande massa. Ao longo de vários milhões de anos, o buraco expandiu-se e eventualmente cresceu tanto que atravessou o disco da Galáxia.

CRÉDITOS: N. MCCLURE-GRIFFITHS E THE SOUTHERN GALACTIC PLANE SURVEY TEAM.